Eletrólise Percutânea Intratissular

Clínica Moove Eletrólise Percutânea Intratissular

 

img_7796

A Eletrólise Percutânea Intratissular (EPI) é uma técnica desenvolvida na Espanha em 2001 com a finalidade de acelerar o processo de reabilitação de lesões crônicas. Consiste no tratamento físico minimamente invasivo, que envolve a aplicação de uma corrente galvânica através de uma agulha que produz um processo inflamatório local, iniciando processo de fagocitose e a reparação dos tecidos moles afetados (tendões, ligamentos, músculos, etc.), com a estimulação de colágeno em tempo real.

Associada a técnicas de terapia manual e cinesioterapia, é possível o reestabelecimento da função da estrutura lesionada em um período muito menor do que o previsto anteriormente ao surgimento da EPI, e com baixo índice de recidivas.

Marque a sua sessão na MOOVE e sinta o resultado desta tecnologia em prol das lesões crônicas.

(31)25129505

Abat, Ferran et al. “Effectiveness of the Intratissue Percutaneous Electrolysis (EPI®) Technique and Isoinertial Eccentric Exercise in the Treatment of Patellar Tendinopathy at Two Years Follow-Up.” Muscles, Ligaments and Tendons Journal 4.2 (2014): 188–193.

Abat, F., Gelber, P.E., Polidori, F. et al. “Clinical results after ultrasound-guided intratissue percutaneous electrolysis (EPI®) and eccentric exercise in the treatment of patellar tendinopathy” Knee Surg Sports Traumatol Arthrosc (2015) 23: 1046. doi:10.1007/s0016.

Comentários