Liberação Miofascial Integrativa – Tratamento e Recovery

Clínica Moove Liberação Miofascial Integrativa – Tratamento e Recovery
Você sabia que o nosso corpo é plástico e mutável? Isso significa que ao longo do tempo, ele é moldado por forças internas e externas, como a gravidade.
A capacidade de adquirir uma nova forma deve-se às fáscias, que são “tecidos colagenosos fibrosos que fazem parte de um amplo sistema de transmissão de força tensional do corpo” (Schleip et al.(2012). Esses tecidos são contínuos, como uma roupa de mergulho e possuem estreita relação com os músculos.
Quando saudáveis, as fáscias – dentre outras funções – têm a capacidade de deslizar e escorregar entre si e a musculatura, permitindo a livre movimentação dos segmentos corporais, porém o seu mau uso, desuso, uso excessivo ou traumas, levam o corpo a alterar-se, adaptando-se à má postura, à diminuição de determinados movimentos e ao surgimento de sintomas, como: dores crônicas e inespecíficas, sensação de queimação, peso ou ferroadas, dor referida, parestesias (formigamento) e dores ou desconfortos que aliviam com o alongamento e calor, mas que pioram com o frio.
Com o objetivo de avaliar e tratar essas alterações e sintomas do tecido fascial, surgiu a Liberação Miofascial Integrativa (fotos), que tem como base os princípios do Método Rolf de Integração Estrutural, criado por Ida Rolf. A avaliação consiste em identificar os desalinhamentos, alterações de formas e contornos corporais, alterações da consistência e mobilidade tecidual e pontos gatilhos. A técnica, realizada manualmente, compõe-se da preparação e liberação das restrições encontradas, aumentando a flexibilidade a favor de uma reorganização estrutural e biomecânica adequada (Rêgo, 2012), devolvendo maior liberdade aos movimentos, diminuição da dor e desconfortos e melhora da postura (André, 2013).
 
Como as alterações teciduais podem se desenvolver ao longo dos anos, crianças, adolescentes, adultos e idosos, praticantes ou não de atividades esportivas podem se beneficiar com a liberação. Somente um fisioterapeuta habilitado a trabalhar com o método, é capaz de identificar as necessidades individuais de cada paciente e aplicar com segurança com a técnica.
Melhore a sua postura, potencialize os movimentos realizados no seu dia a dia e no esporte, diminua as dores e viva mais feliz! Marque já sua avaliação!
GABRIEL MENDES DE OLIVEIRA
FISIOTERAPEUTA
CREFITO-4/ 245185-F
(31) 99396-4693 / (31) 3318-9505
gabriel@clinicamoove.com.br
 
Referências:
– CHAITOW, Leon; TERAPIA MANUAL PARA DISFUNÇÃO FASCIAL;Artmed; 2016.
– ROLF, Ilda. A INTEGRAÇÃO DAS ESTRUTURAS HUMANAS; Martins Fontes; 1999.

Comentários